79 3022-3355 | contato@impacto.com.br
     

Se você pretende adquirir um imóvel de modo financiado, é preciso observar alguns fatores. O auxílio profissional é fundamental neste processo

Na hora de adquirir a casa própria, principalmente quando se trata do primeiro imóvel, é comum que o cliente recorra ao financiamento imobiliário para a aquisição do bem. Mesmo com a cobrança de juros, a modalidade de pagamento pode se tornar uma opção vantajosa porque facilita a compra de quem não teria condições de realizá-la à vista.

Mas, é neste processo que também surgem muitas dúvidas. A primeira coisa que o cliente deve observar é qual o limite de crédito disponível para ele. Isto é, de acordo com a renda dele, qual o valor máximo que ele pode financiar junto ao banco? Tendo essa resposta, é hora de pesquisar opções no mercado.

Nessa fase, entra o papel fundamental das construtoras, em orientar de forma isenta e objetiva sobre as condições que mais se adequam a realidade do cliente. De acordo com a gerente de Relacionamento da Construtora Impacto, Paula Lins, um profissional capacitado faz toda a diferença neste momento. 

COMO FUNCIONA?

“Este profissional vai esclarecer para o cliente todas as dúvidas que o mesmo possa ter em relação ao processo, e também passará de forma transparente todas os deveres e direitos acerca do contrato de financiamento junto à instituição bancária”, explica. Segundo ela, os clientes costumam ter dúvidas no que diz respeito aos encargos devidos na contratação, além, dos processos relacionados à fase de construção e ao recebimento do imóvel.

Quando o cliente adquire um imóvel ainda na planta, ele deve dispor de uma entrada que deverá ser paga a construtora de forma parcelada ou à vista, a depender das condições de cada empreendimento. Após isso, ele deverá efetivar o financiamento junto ao banco e enquanto o imóvel está sendo construído, há a cobrança dos juros de obra – valor pago mensalmente até a entrega do empreendimento.

Dentro do processo de financiamento, ele também avaliará a proposta do banco no que diz respeito à taxa de juros e à modalidade de financiamento – se adequado à tabela Price ou ao Sistema de Amortização Constante (SAC).

DICAS

No SAC, a amortização acontece de maneira constante, o que torna as prestações decrescentes. Ou seja, o proprietário do imóvel começa pagando um valor de parcela que vai sendo reduzido ao passar dos anos. Já na tabela Price, o que se mantém constante é o valor da prestação – mais baixo do que o do SAC -, no entanto, a amortização é feita de forma crescente.

A escolha pelo tipo de financiamento deverá ser feita em parceria com profissionais da construtora, como os corretores de imóveis, que poderão orientar sobre a melhor forma para cada perfil de cliente. Outra questão que deve ser observada pelo comprador é o comprometimento da renda.

É que a soma dos financiamentos, seja ele de imóvel ou veículo, por exemplo, não pode comprometer mais de 30% da renda, segundo economistas. Esta estimativa visa evitar problemas como inadimplência e perda de bens.

     

Deixe seu telefone que ligamos para você.

Entre em Contato.