79 3022-3355 | contato@impacto.com.br
     

Alguns critérios são importantes na hora de escolher a casa própria, seja ela nova ou usada, pronta para morar ou ainda em construção. Confira algumas dicas

Realizar o sonho da casa própria, embora prazeroso, pode exigir do cliente muita atenção e cuidado. Isso porque há diversas opções no mercado imobiliário que podem se tornar verdadeiros pesadelos em vez de sonho. Seja um imóvel na planta, em construção ou pronto para morar, o futuro morador deve ter em mente alguns cuidados antes de fechar um negócio.

Para auxiliá-lo nesse processo, ele deve contar, primeiramente, com a assistência de um corretor de imóveis, que irá orientá-lo sobre as opções disponíveis. Corretor há mais de 20 anos, Fábio Mascarenhas reforça sobre a importância de um profissional no momento da escolha da casa própria.

“O corretor é o profissional mais gabaritado para orientar o comprador e o vendedor para deixar a negociação mais segura em todos sentidos da transação. Ele é quem tem a experiência na parte documental, para tratar com órgãos e agentes financeiros e também é capacitado para falar sobre os detalhes do imóvel, a respeito do material empregado na construção, na posição do imóvel com relação ao sol etc”, ressalta.

Na planta ou pronto para morar?

Depois, é preciso decidir sobre qual tipo de imóvel deseja pesquisar: se casa ou apartamento, se precisa ser pronto ou pode ser na planta e, principalmente, o valor disponível para investir na compra. Com essas informações à mão, caso  é necessário observar ainda outras questões, segundo Fábio.

“Se o cliente tiver com intenção de comprar um apartamento em construção, o primeiro passo é escolher uma construtora séria, que tenha o registro de incorporação do imóvel feito em cartório com número de matrícula, que não tenha histórico de atraso, que preze pela qualidade do imóvel e do atendimento ao cliente e depois fazer a conta de quanto você está pagando pelo preço médio do metro quadrado”, complementa.

Já se a escolha for por um imóvel pronto, o corretor alerta para outros detalhes como por exemplo, visitar o imóvel em horários diferentes e buscar mais detalhes sobre o histórico do edifício. “Ele deve verificar também a documentação do imóvel(como as certidões de inteiro teor e ônus), verificar as pendências de ITBI, energia, água e condomínio”, diz.

Outras características

O cliente precisa, também, observar suas necessidades e quais itens são mais importantes para ele. “Muitos fatores prevalecem na hora de escolher um imóvel, entre eles estão acesso fácil, a logística (comércios na redondeza), preço do metro quadrado valor do imóvel/tamanho do imóvel em área privativa). Depois de verificar isso você faz a escolha pelo apartamento, onde ele apresente uma boa iluminação, boa ventilação, e o estado do imóvel em geral”, indica o corretor de imóveis.

Além disso, é preciso identificar opções pessoais. Se o cliente gosta de aproveitar as áreas comuns do condomínio ou se tem/pretende ter filhos, é importante pesquisar opções que incluam uma boa e variada área de lazer. Para aqueles que não costumam utilizar esses espaços, uma opção de área de lazer mais compacta e reduzida poderá ser mais vantajosa, por exemplo.

 

     

Deixe seu telefone que ligamos para você.

Entre em Contato.